Depois de um episódios de duas horas cheio de mistérios e flashbacks, Pretty Little Liars finalmente respondeu a sua maior pergunta: Quem é A.D.? A criadora da série, I. Marlene King, falou com a Entertainment Weekly sobre a Series Finale e seus planos originais para quem seria A.D.

 

 

O texto abaixo contém spoilers.

Quando você chegou no ponto da revelação de A.D., como surgiu a ideia de ser Alex Drake? Você teve outras ideias que não deram muito certo?

Originalmente eu pensei em Wren como A.D., mas tínhamos que ser realísticos e tivemos algumas vezes que precisávamos de uma personagem que não era regular e não conseguimos acertar os horários para ela aparecer na série. PLL está tão imerso em sua mitologia e eu sempre disse que você precisava saber o final antes do início,  ou o resto não fará sentido, então isso ditou o fato de que precisávamos que A.D. fosse alguém regular na série. Eu sei que muitos fãs queriam que fosse uma das Pretty Little Liars, mas eu nunca conseguiria justificar isso porque a série sempre foi sobre sua amizade incondicional, então isso meio que direcionou para ideia de colocarmos uma gêmea de uma das Liars, porque no fim seria meio como colocar uma delas, mas fazendo mais sentido.

Como você escolheu qual delas teria uma gêmea?
Já havíamos começado a história de Peter Hastings tendo um affair com Jessica e então ao descobrirmos que ele acidentalmente teve um caso com Mary, só fez as coisas fazerem mais sentido. Inclusive o fato de que essas duas famílias sempre estiveram ligadas e moraram uma ao lado da outra, fez muito sentido colocar Spencer nessa posição.s We had already started the mythology about Peter Hastings sleeping with Jessica and then knowing that he accidentally slept with Mary, it just made so much sense. Even the fact that they’ve lived together since the pilot and those two families are just so intertwined, it made a lot of sense to make it Spencer.

E quando Alex começou a aparecer em Rosewood?
Logo em seguida que Charlotte foi assassinada, isso motivou Alex a ir para a cidade. Mesmo não tendo aparecido até a sétima temporada, Alex era A.D. na 6B.

Então Alex que deu um tiro em Spencer?
Sim.

Quem visitou Mona em um capuz preto no início da primeira hora?
Foi Wren.

Então foi antes de Wren ser transformado em um colar.
Sim. [Risadas] Exato.

Eu estou com medo de perguntar como Alex conseguiu que ele fosse o pai dos bebês.
Nós achamos que tínhamos ele disponível por mais dias do que realmente tivemos. Eu tinha escrito uma cena de morte, e nessa cena que nunca foi gravada, ele diz para Alex, “Eu até criei vida para você”. Então Wren sabia que ele era o pai dos bebês.

Teve alguém que você realmente quis trazer de volta e não conseguiu?
Conseguimos trazer Melissa. Realmente queríamos ter trazido Jason de volta, mas não conseguimos. Também queríamos muito o Mike, mas não conseguimos também. Os dois estavam ocupados com outras séries.

Eu amei que no fim Mona ganhou o jogo. Como isso aconteceu?
Foi fruto de um brainstorming de toda a sala de escritores. Não queríamos apenas dizer adeus. Qual a reviravolta na reviravolta que vai te deixar surpreso? E eu queria muito ver a Mona viver feliz para sempre, então surgimos com aquilo.

Para você, qual foi a cena mais difícil de escrever?
Definitivamente as meninas se despedindo foi muito difícil de escrever. Eu finalizei o script provavelmente um mês antes de escrever aquela cena. Me levou um bom tempo para sentar e escrever. Nós provavelmente já estávamos preparando aquele episódio e Lisa Cochran me disse “Você tem que escrever a cena, Marlene. Vá ao seu escritório e escreva”. Como escritora, foi meu adeus para as PLLs. Foi bem difícil.

Eu sei que eles terminaram juntos, mas você me promete que Toby e Spencer vão casar e ficar juntos para sempre?
Sim. Espero que os fãs tenham entendido. Literalmente dissemos, podemos ter um casamento duplo? Ou talvez tenhamos um casamento triplo? Talvez tenha parecido um pouco demais, mas ache que eles tiveram seu final feliz.

A última cena da série pode ser vista como o final de tudo ou o início de um novo capítulo com uma nova geração de Liars. Você tem interesse em explorar isso?
Sim. Eu amo essa cidade, e Rosewood é um lugar fascinante. Não só eu, mas todos os escritores – e até o estúdio e o canal – amamos a ideia de dizer que esse capítulo acabou, e mesmo vendo na tela ou não, a audiência sabe que a bizarrice da cidade continua.

Mídias sociais

Pesquisar

Site Status

Disclaimer

Parceiros